Bem-vindos à nossa comunidade!

Junte-se a nós e faça parte hoje mesmo!

Python no Backend com Django

Luiz Pina

Novo Membro
Cadastro
7/1/21
Postagens
6
Curtidas
14
Pontuação
19
Cidade
São Paulo
Acompanho o crescimento em outros países da utilização do Python para o desenvolvimento de aplicações web, especialmente utilizando o framework Django. Ano passado me dediquei a estudar o Django depois que fiz o curso de Python da Cod3r. Fiquei muito surpreso com a velocidade no desenvolvimento e com a organização do framework. Passei a acompanhar o Django Chat onde pude constatar a seriedade da comunidade e como ela cresce na Europa e EUA. A Africa também tem desnvolvido bastante o gosto por esse framework. Já no Brasil eu não vejo grande destaque até o momento, inclusive uma vez pus a pergunta ao Léo de quanto teríamos um curso focado neste framewok e a resposta não me pareceu vir com muita empolgação, o que revela o que eu imaginava, de que no Brasil ainda engatinha por alguma razão.

Quem tiver alguma ideia do porquê dessa demora na aceitação do Brasil de um framework bastante completo e consagrado no cenário mundial, comenta aqui. Eu gostaria de trocar umas ideias pois estou investindo nesse framework para o backend, e pretendo usar o React no front por achar a combinação perfeita para o que eu preciso.
 
Last edited:

leon_cruz_

Novo Membro
Cadastro
10/1/21
Postagens
1
Curtidas
3
Pontuação
3
Cidade
Belém
Eu penso que o Django meio que sempre esteve em "segundo plano". Ele surgiu bem próximo do Ruby on Rails e mesmo tendo ideias semelhantes, como poucas configuração pra começar, foco em rápido desenvolvimento e segurança, e mesmo as linguagens sendo parecidas, Ruby e Python, foi Rails quem se tornou muito mais popular.
No final da curva do Rails, teve o surgimento do NodeJs, o que possibilitou usar Javascript tanto no front quanto no back, então isso meio que jogou o Django de lado novamente.
Acho que agora, como Python está sendo a linguagem mais utilizada pra data science e machine learning, mais pessoas e empresas estão começando a ver Django como uma opção para web.
 

Luiz Pina

Novo Membro
Cadastro
7/1/21
Postagens
6
Curtidas
14
Pontuação
19
Cidade
São Paulo
Faz sentido Leon, mas isso me parece uma situação bem regional mesmo. Acredito que o Django nunca terá a mesma popularidade que o Node.js por conta da popularidade do Javascript em comparação ao Python, mas o que me intriga é o Django não ter quase nenhuma notoriedade no Brasil. Ainda não conheço o Node.js a fundo, especialmente as bibliotecas que podem ser utilizadas com npm. Mas vejo uma facilidade enorme com o Django, especialmente as chamadas "baterias inclusas". O framework já traz de cara um admin super bem construído e inúmeras bibliotecas de segurança. Estou iniciando no Node.js justamente pela facilidade de usar a mesma sintaxe do JS no backend, mas ainda não tenho conhecimento suficiente para comparar os dois frameworks. Eu ainda quero usar o Django como framework principal para o backend, até pela facilidade do ORM, mas estou querendo entender melhor o Node.js. Vamos ver! Valeu!
 

mourabraz

Membro
Cadastro
23/12/20
Postagens
37
Curtidas
83
Pontuação
54
Cidade
Leiria
@Luiz Pina boa noite! Eu não sei nada de Python, mas gostaria de contribuir um pouco.


Node.js NÃO é um framework... é verdade que vemos o tempo todo o Node.js sendo chamado de framework e até de linguagem já vi! Mas não estou julgando se está certo ou não, é que durante a aprendizagem esse termo pode criar alguma confusão.

Node é um Ambiente de Execução Javascript. Assim como os Browsers também o são. Um ambiente de execução javscript conta com três pilares fundamentais (de forma bem generalista):
1- um executor de código JS (VM/Engine/Interpretador... pode se dar vários nomes aqui, algo que está mais ligado ao marketing, no chrome e no Node por exemplo chama-se V8);
2- um event loop (e suas queues) (uma arquitectura no padrão Reactor);
3- Uma série de funções que executam diferentes tipos de tarefas (no caso Node escritas em C++, API do Node, como fs, http, e outras).

Frameworks que trabalham em um ambiente como o do Node e que são servidores seriam o Express, NestJs etc...


Não sei como é em python, mas como falou em Node e em compará-lo ao DJango achei que poderia dar esta contribuição...

Se não estou enganado exemplos de frameworks que se poderiam comparar ao DJango seriam o AdonisJS ou o NestJS, penso eu!

Abraços
 

Luiz Pina

Novo Membro
Cadastro
7/1/21
Postagens
6
Curtidas
14
Pontuação
19
Cidade
São Paulo
@mourabraz , boa noite! Muito obrigado por pontuar essa diferença. No caso do Python, o Django é de fato um framework bastante completo. Outro framework em Python utilizado é o Flask, mas aqui no Brasil segue o mesmo perfil do Django. Ainda sem a popularidade que tem fora. Você utiliza o Node.js? Qual é a sua impressão desse ambiente?
 

mourabraz

Membro
Cadastro
23/12/20
Postagens
37
Curtidas
83
Pontuação
54
Cidade
Leiria
@Luiz Pina bom dia!
Você utiliza o Node.js? Qual é a sua impressão desse ambiente?
Sim eu uso muito o Node, minha previsão é continuar focado em JS por pelo menos mais um ano, em consequência, estarei ligado fortemente ao Node.
No Node ainda me falta experiência com stream de dados lidando com arquivos grandes em espaços pequenos.

Minha impressão é a melhor possível. Eu adoro JS e esse sistema de ter uma linguagem single thread com uma ambiente que te proporcione I/O não bloqueantes.
Mas ele não serve para operações com alta taxa de computação. Ainda mais se for um servidor!

Eu na verdade não me acho apto a ter uma opinião adequada sobre esse ambiente. No caso de aplicações de servidores, para restringir o assunto, eu só conheço PHP (no apache e no nginx), JAVA (apenas Tomcat! ^-^, nunca mais vi nada disto desde o início da v1.8) e nos últimos 18 meses servidores com Node e nginx.

Resumo: Gosto do Node porque é um ambiente de execução javascript. E eu adoro JS. Para a maioria das coisas de que preciso o JS atende bem (muito bem) e com apenas uma linguagem eu consigo escrever código para web apps, para servidores, para programas de linha de comando (console). É uma linguagem multiparadigma (procedural, funcional e de objectos)...

Mas reforço de que ainda não tenho uma opinião adequada por falta de experiência com seus similares!

Python, por exemplo, está na lista, mas não consigo começar seu estudo :) . E acho muito provável que não vá conseguir entrar nesse mundo.

Bem acho que fugi um pouco do assunto, espero ter ajudado e conte comigo para estarmos sempre trocando uma ideia!

Abraços!
 

Luiz Pina

Novo Membro
Cadastro
7/1/21
Postagens
6
Curtidas
14
Pontuação
19
Cidade
São Paulo
@mourabraz , a sua experiência me motiva a entrar neste universo do Node. Embora eu ainda esteja muito entusiasmado com o Python, pela simplicidade da linguagem e pela robustez do Django para o mundo web, acredito que o Node seja de fato uma tendência.

Pela forma que você escreve imagino que esteja vivendo há muitos anos em Portugal. Estou errado? Tenho grandes recordações de Portugal. Trabalhei alguns anos no Banco Comercial Português, com mainframe (COBOL, CICS, DB2, JCL) e o saudoso CLIPPER. Mas isso já faz muito tempo.
 

mourabraz

Membro
Cadastro
23/12/20
Postagens
37
Curtidas
83
Pontuação
54
Cidade
Leiria
a sua experiência me motiva a entrar neste universo do Node
Opa me sinto lisonjeado! Obrigado, mas ainda sou um pequeno gafanhoto!


há muitos anos em Portugal. Estou errado?
Correto! Eu estou em Portugal desde 2013. Mas metade da família é daqui mesmo a outra metade é do Brasil. Saudades da minha terra!

Abraços!
 
Top